quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Como Esquecer



Sinopse: Júlia é uma professora universitária de literatura que foi abandonada por Antônia, com quem tinha um relacionamento amoroso de anos. Mesmo que relute, ela contará com a ajuda de amigos para superar a separação.


Ficha Técnica
Como Esquecer
Direção: Malu De Martino
Roteiro: Sabina Anzuategui, José de Carvalho, Douglas Dwight, Daniel Guimarães, Luiza Leite, Silvia Lourenço
Elenco: Ana Paula Arósio, Murilo Rosa, Natália Lage, Arieta Corrêa, Bianca Comparato
Duração: 100 minutos
País: Brasil


Altos e baixos
 por Edu Fernandes

(Spoilerômetro: )

A proposta de Como Esquecer é mostrar os desafios que qualquer pessoa enfrenta depois de uma separação conjugal, especialmente quando o rompimento aconteceu por iniciativa da pessoa amado. O objetivo é alcançado, mas da mesma maneira que a superação amorosa traz momentos de alegria e tristeza mesclados, o filme sofre da mesma irregularidade. Mesmo assim, há de se ressaltar que o roteiro não se preocupa em levantar a bandeira de movimento dos direitos dos homossexuais. Para o filme, essa questão é dada como superada.

A protagonista é uma personagem complicada, que carece de carisma por sua forma dura de levar a vida. Apesar da atuação consistente de Ana Paula Arósio (O Coronel e o Lobisomem), fica difícil torcer por Júlia. A mesma sina acompanha quase todos personagens.

A exceção é Helena, a artista plástica vivida por Arieta Corrêa (Tudo Novo de Novo), que chega como uma esperança de dias melhores para a protagonista. Helena tem iniciativa e cria momentos muito bons quando flerta abertamente com Júlia.

A trilha musical é competente, mas não consegue evitar o marasmo que acompanha a maior parte de Como Esquecer. Outro ponto a ser elogiado são as cenas que se passam em Londres, como em um vídeo amador.

Quando o cinema retrata a superação amorosa, normalmente se usa uma montagem ágil ou elipses para acelerar o andamento. Sem poder explorar tais recursos, é como se todo o enredo se desenvolvesse naquele intervalo em que se leria na tela “um tempo depois...”.

3 comentários:

  1. ANA PAULA AROSIO TUDO DE BOM AINDA MAIS FAZENDO FILME DE LESBIK OU AMEIIIIII

    ResponderExcluir