sexta-feira, 11 de março de 2011

Em um Mundo Melhor



Sinopse: Em crise matrimonial, Anton é um médico que divide seu tempo atendendo em um país miserável da África e com sua família na Dinamarca. Seu filho sofre bullying na escola até ser defendido por um novo amigo, um garoto recém-chegado de Londres.


Ficha Técnica
Em um Mundo Melhor (Hævnen)
Direção: Susanne Bier
Roteiro: Anders Thomas Jensen
Elenco: Mikael Persbrandt, Trine Dyrholm, Ulrich Thomsen, William Jøhnk Nielsen, Markus Rygaard
Duração: 119 minutos
País: Dinamarca, Suécia


Unidos pela covardia
 por Edu Fernandes

(Spoilerômetro: )

Principalmente depois de Amores Brutos, o cinema latino oferece uma numerosa safra de multiplots temáticos. Para alguns (inclusive eu) a fórmula – que muitas vezes inclui um final apoteótico que conecta as tramas paralelas – foi usada à exaustão e merece um descanso.

Com o dinamarquês Em um Mundo Melhor (Hævnen), os nórdicos trazem uma forma diferente de contar histórias variadas com um mesmo tema. Todas as tramas são ligadas desde o começo do filme e o tema é um pouco mais sutil.

A produção discute a covardia humana em várias situações. Seja no bullying dos corredores escolares, no preconceito contra imigrantes, ou no domínio armado de guerrilheiros que oprimem a população miserável. Não importa se a covardia acontece em uma nação conhecida por sua civilidade ou em um país em que o povo passa fome.

Em um Mundo Melhor é dirigido por Susanne Bier e as marcas de sua cinematografia estão presentes. A cineasta contar histórias emotivas e usa um andamento um pouco mais lento do que a média. É interessante que uma das realizadoras nórdicas mais importantes do momento fuja tanto da famosa frigidez do seu povo.

Seu novo filme prova que a incursão em Hollywood (Coisas que Perdemos pelo Caminho) não lhe tiraram a personalidade cinematográfica. Bom para seus fãs.


Um comentário:

  1. parece ser um filme interessante, irei conferir.

    ResponderExcluir